Cacique de Ramos participa mais uma vez do Trem do Samba | Visão Carioca
Um jeito de ver o Mundo….

Cacique de Ramos participa mais uma vez do Trem do Samba

03 dez 2013

Palco da Central do Brasil recebe o nome de Renatinho Partideiro

CaciqueDeRamosMarquinhos de Oswaldo Cruz e seu Trem do Samba 2013 prestam homenagens aos mestres do Partido Alto, entre eles Renatinho Partideiro. O palco montado na Central do Brasil, local de embarque dos passageiros sambistas, terá o nome do partideiro que conquistou o Brasil defendendo as cores do Cacique de Ramos.

A 18ª edição do Trem do Samba exalta o Partido Alto, gênero que consagrou as rodas de samba à sombra das Tamarineiras do bloco comandado por Bira Presidente e sua Diretoria, celeiro de grandes compositores que se reuniam às quartas-feiras, artistas do verso como: Almir Guineto, Deni de Lima, Beto Sem Braço Neoci, Baianinho, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho e muitos outros que faziam do Cacique de Ramos um ponto de encontro da arte do Partido Alto . De lá, onde surgiram grandes nomes da música brasileira, como: Grupo Fundo de Quintal, Luiz Carlos da Vila, Emílio Santiago, entre outros que se consagraram no samba autêntico, de raiz. Sem desmerecer qualquer outro gênero musical saudamos com louvor esta homenagem do Trem do Samba 2013.

(Leia: Trem do Samba 2013 para comemorar o Dia Nacional do Samba)

Renatinho Partideiro foi a voz oficial do bloco Cacique de Ramos na Avenida Rio Branco e também comandava a Roda de Samba e Partido Alto na sede do Doce Refúgio ao lado do Grupo Quinteto Cacique. Empunhando a bandeira do Partido Alto era exigente e exímio versador, reconhecido e admirado, Renatinho mostrou sua arte no Brasil inteiro e com isso perpetuou seu nome entre os grandes artistas do samba.

Para o líder do bloco, Bira Presidente, a trajetória de Renatinho Partideiro no Cacique de Ramos, o ajudou a concretizar muitos projetos e a contribuir efetivamente na propagação da cultura do samba, sendo este um dos motivos que levaram o Cacique de Ramos a ser condecorado com a Medalha Tiradentes e também ser declarado Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro.

O Grupo Quinteto Cacique, as lindas Rainhas, Princesas e Musas e os componentes das Alas do bloco representarão o samba do Cacique de Ramos, na sexta-feira, (06) às 20h, no palco CANDEIA, em Oswaldo Cruz.

No sábado, (07/12), a partir das 15h a tribo se reúne na estação Central do Brasil para apreciar as galerias das Velhas Guardas da Portela, Império Serrano, Salgueiro, Mangueira e Vila Isabel, Monarco, Tia Surica, Dorina, Aloísio Machado, Mauro Diniz, Marquynhos Sensação, Nelson Sargento, Wilson Moreira, Noca da Portela, Ciraninho, Tantinho da Mangueira, Toninho Nascimento, Toninho Geraes, Bruno Maia, Baianinho, Mestre Faísca e Ernesto Pires, que se apresentarão no Palco Renatinho Partideiro..

Para terminar a programação do sábado, a Família Caciqueana segue para a tradicional viagem nos trilhos do samba, ao som do Grupo Quinteto Cacique, que ocupará o 7º vagão, do 2º Trem a sair às 18:44h da Central do Brasil rumo à Oswaldo Cruz.

Postado por:
Categorias:
Dicas, Evento, Fim de semana, Namorados, Show